Ateliê Fotô: Constelações, intermitências e alguns rumores na Zipper, São Paulo

Ateliê Fotô: Constelações, intermitências e alguns rumores na Zipper, São Paulo
20 de outubro de 2015 3d6zwei
In Notícias

Ateliê Fotô: Constelações, intermitências e alguns rumores na Zipper, São Paulo

Composta por sete artistas que participam dos Grupos de Estudos e Criação em Fotografia do Ateliê Fotô, criado pelo curador Eder Chiodetto em 2011, a mostra Constelações, intermitências e alguns rumores é a nova exposição que a Zipper Galeria apresenta a partir da próxima quinta-feira, dia 22 de outubro. O tema gira em torno da noção de imagens fotográficas que ganham novas narrativas ao serem exibidas em conjunto.

Com curadoria de Eder Chiodetto e Fabiana Bruno, a coletiva reúne séries específicas que se organizam a partir de agrupamentos, sugerindo possibilidades inesgotáveis de leituras e releituras, montagem e remontagem. Integram a exposição os artistas Ana Lucia Mariz, Carolina Krieger, Elaine Pessoa, Marilde Stropp, Marcelo Costa, Natasha Ganme e Sheila Oliveira.

De acordo com os curadores, os trabalhos “fazem alusão a possibilidade de ver as imagens como astros celestiais de um pequeno cosmos, em que o criador e suas criações, por seu campo e fronteiras celestiais, nos permitem imaginar agrupamentos, deslocamentos, fusões, conjunções, a partir das imagens orquestradas por séries, que se transmutam ao estatuto de constelações”. Mesmo partindo de premissas distintas, os sete artistas costumam trabalhar a partir de uma matriz criativa comum que se desdobra em uma série de imagens. Consteladas – isto é, organizadas em mosaicos – elas criam novas possibilidades de leituras, às vezes cíclicas, outras vezes sequenciais. “Formar constelações é conjugar, montar e desmontar, um caráter que embasa todo o potencial visual de reflexão, seja pelo campo do experimental, seja pelo relacional, ou associativo inerentes ao seu processo de existir e se expor”, afirmam.

SOBRE OS CURADORES

EDER CHIODETTO [São Paulo, SP, 1965] é mestre em Comunicação pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo e atua como jornalista, professor, curador e pesquisador de fotografia. Foi repórter-fotográfico, editor e crítico de fotografia no jornal Folha de S.Paulo. Como curador independente realizou mais de 70 exposições no Brasil e no exterior. Chiodetto é também curador do Clube de Colecionadores de Fotografia do MAM-SP desde 2006. É autor do livro O Lugar do Escritor (Cosac Naify) e editor da coleção Fotoportátil (Cosac Naify), entre outros. Em 2013 lançou três novos livros: Geração 00: A Nova Fotografia Brasileira (Edições SESC); Curadoria em fotografia: da pesquisa à exposição (E-book, Prêmio Marc Ferrez/Funarte) e German Lorca (Cosac Naify).

FABIANA BRUNO [Jaguariúna – 1974] é doutora em Multimeios pelo Instituto de Artes da Unicamp, jornalista e pesquisadora de fotografia. Atualmente é pesquisadora vinculada ao Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da UNICAMP, onde ministra cursos e orienta mestrados e doutorados como professora convidada no Departamento de Antropologia. É professora do curso de Pós-Graduação em Fotografia da FAAP, em São Paulo.

ATELIÊ FOTÔ

Criado em 2011 pelo jornalista e curador Eder Chiodetto, o Ateliê Fotô é um espaço de reflexão e produção dedicado à fotografia contemporânea. Além das atividades de curadoria, edição de livros, leitura de portfólio e consultoria individual para desenvolvimento de projetos autorais em fotografia, Chiodetto coordena quatro Grupos de Estudo e Criação em Fotografia. Voltados para fotógrafos profissionais e amadores avançados que desenvolvem projetos pessoais, os Grupos visam auxiliar no desenvolvimento dos processos criativos dos integrantes por meio da leitura comentada de portfólios, da pesquisa de autores e obras específicas da história da fotografia, além do estudo de teorias acerca dos processos simbólicos que envolvem a trama fotográfica. Os encontros são coordenados por Eder Chiodetto e Fabiana Bruno. Mais informações: fotoimagemearte.com.br

SOBRE OS ARTISTAS

ANA LUCIA MARIZ (São Paulo, SP – 1965)

Exposições individuais: “Alma Secreta”, Pinacoteca do Estado (2005, São Paulo); “O que Paulo Reis me ensinou”, Paraty em Foco (Paraty, 2012). Exposições coletivas: “Programa Exposições 2015”, MARP (Ribeirão Preto); “A construção de um Olhar – Fotografia brasileira no acervo da Pinacoteca do Estado de SP”, Centro León (República Dominicana, 2013); “13° Salão da Bahia – MAM Bahia”. Prêmio: 41º Salão de Arte Contemporânea de Santo André; 16ª Coleção Pirelli /MASP de Fotografia.

CAROLINA KRIEGER (Balneário Camboriú/ SC, 1976)

Prêmios: Prêmio Brasil Fotografia – Prêmio Aquisição (2013). Exposições Individuais: O Espelho do Avesso – Lianzhou International Photo Festival – China (2013). Exposições Coletivas: VI Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografia – Belém, PA (2015) PHotoEspaña Descubrimientos – Madrid (2014). Residências Artísticas: Ateliê ENA com Eustáquio Neves – Diamantina, MG (2014).

ELAINE PESSOA (São Paulo, SP – 1968)

Exposições coletivas: “Photoespaña”, Biblioteca Nacional de Madrid” (2015), “VI Edição do Diário Contemporâneo na Casa das Onze Janelas” (Belém, 2015), “47.o Salão de Arte contemporânea de Piracicaba” (2015). Prêmios: Prêmio Aquisitivo no Salão de Artes Visuais de Vinhedo; Menção Especial (Prêmio Honorífico) 5ª Bienal Nacional de Gravura – Olho Latino; Menção Honrosa XI Bienal de Miniaturas Gráficas Luisa Palácios.

MARCELO COSTA (São Paulo, 1968)

Formado em Medicina Veterinária pela UNESP-Botucatu (1991) e em Fotografia pela Escola Panamericana de Arte (2011) e pósgraduado em Fotografia pela FAAP (2013). Principais exposições: “11° Paraty em Foco (2015); “2° Interfoto Itu” (2015), “Contraprova vol.2”, Paço das Artes (São Paulo, 2015); “43° Salão de Arte Contemporânea de Santo André” (2014).

MARILDE STROPP (Ibitinga/SP, 1943)

Principais exposições: “Livro de Artista”, Casa Contemporânea (São Paulo, 2014); “Escenarios de mujer” (Brasil-Argentina-Colômbia-Cuba, 2013); “Paragem Instalação Fotográfica”, Ateliê Aberto (Campinas, SP, 2010).

NATASHA GANME (São Paulo, 1991)

Formada em Fotografia pela escola Panamericana de Artes (2011). Participou da coletiva “Sonho, memória, alucinação” (2012), com curadoria de Eder Chiodetto, e teve sua primeira mostra individual no Fest Imagem de 2015.

SHEILA OLIVEIRA (São Paulo, 1968)

Exposições individuais: “Rastro visto de coisa só ouvida”, Fauna Galeria, (São Paulo, 2014) e “Lanzhou Foto Festival” (China, 2013). Exposições coletivas: “Bienal Internacional Fotográfica Bogotá” (Colômbia, 2015); “Academia Paulista de Fotografia”, DOC Galeria (São Paulo, 2015), entre outras participações em salões e galerias. Recebeu os prêmios Aquisição Casa do Olhar, em 2011 e do Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto, em 2014.

Fonte: www.canalcontemporaneo.art.br